Polonês de 70 anos viaja dos EUA a Portugal de caiaque

Aventura: no domingo, ele iniciou o que considera a “mais dura” travessia, de 6.000 kms, cruzando as águas geladas do Atlântico Norte de caiaque.

Um avô polonês partiu de Nova York neste domingo para sua terceira viagem solitária no Oceano em um caiaque, com o objetivo de chegar a Portugal a tempo de celebrar seu aniversário de 70 anos, em setembro.

Aleksander Doba começou a remar da ponta de Manhattan, depois de conceder entrevistas e posar para selfies com curiosos.

Uma celebridade em seu país, Doba chamou a atenção mundial quando foi designado aventureiro do ano em 2015 pela revista National Geographic.

Na ocasião, ele já havia completado duas travessias do Oceano Atlântico de modo solitário em um caiaque.

A primeira, de outubro de 2010 a fevereiro de 2011, aconteceu entre os dois pontos mais próximos do oceano, da capital de Senegal, Dacar, até a cidade de Acaraú (Ceará, Brasil).

Na segunda, ele partiu de Lisboa em outubro de 2013 e chegou a Flórida em abril do ano seguinte, enfrentando condições meteorológicas complicadas.

No domingo, ele iniciou o que considera a “mais dura” travessia, de 6.000 km, cruzando as águas geladas do Atlântico Norte.

O caiaque de de sete metros, 1m de largura e pesando 700 kilos com todos os acessórios é feito de fibra de carbono e foi projetado em grande parte por ele. Possui uma tecnologia de parede dupla preenchida com uma camada de 0,9 mm de material flutuante e mesmo com o casco submerso, não afunda.

Acompanhe as notícias de sua aventura em sua página:  www.aleksanderdoba.pl

Deixe um comentário