Tumulto no Cristo faz empresa ser multada

RIO – A empresa Trem do Corcovado, que administra a estrada de ferro até a estátua do Cristo, será multada em R$ 204 mil pelo Ibama, por sujar um monumento tombado e operar o t

RIO – A empresa Trem do Corcovado, que administra a estrada de ferro até a estátua do Cristo, será multada em R$ 204 mil pelo Ibama, por sujar um monumento tombado e operar o trenzinho além do horário previsto.

A decisão foi tomada pelo Ibama e pela direção do Parque Nacional da Tijuca, nesta segunda-feira, depois que uma promoção com ingressos gratuitos para visitar o monumento causou um grande tumulto no domingo.

Segundo o diretor do parque, Ricardo Calmon, que foi avisado do evento na sexta-feira, por e-mail enviado pela Trem do Corcovado, a multa foi aplicada com base numa vistoria feita por fiscais do Ibama no Redentor.

A empresa terá 20 dias para recorrer ou pagar o valor.

O cenário, nesse domingo, no Corcovado era de fim de festa, com copos, garrafas e sacos de biscoito pelo chão, além do cheiro de urina por todos os lados. De acordo com a Comlurb, foi retirada uma tonelada de lixo do estacionamento, do mirante e de outras áreas próximas ao monumento. Além da sujeira, os bancos da estação perto da estátua estavam fora do lugar e as lixeiras, reviradas.

Apesar da confusão de domingo, visitar o Cristo Redentor é o programa preferido dos atletas hospedados na Vila Pan-Americana e dos membros das delegações estrangeiras. Segundo Elsimar Martins, que atende aos interessados em fazer excursões pela cidade na agência de viagens da Vila, a grande maioria quer mesmo é conhecer uma das novas sete maravilhas do mundo, eleita semana retrasada em concurso que mobilizou milhões de pessoas em todo o mundo.

Deixe um comentário