Brasileiros escalam o Huayna Potosi em preparação para Makalu

Os brasileiros Waldemar Niclevic e Irivan Burda chegaram, na manhã da última segunda-feira (7), ao topo do Huayna Potosi, localizado na Cordilheira dos Andes, a uma altitude de 6.008 metros. Eles utilizaram esse desafio como a última etapa de preparação para o grande objetivo da dupla: escalar o Makalu, a quinta maior montanha do mundo, localizada no Himalaia, com 8.463 metros de altitude.

“A etapa da Bolívia nos forneceu esta condição de estar em um ambiente real de altitude e montanha finalizando um processo de preparação e iniciando a aclimatação para o grande objetivo que temos pela frente, o Makalu, onde não só o frio e a altitude deverão ser superados mas também longas jornadas, paredes verticais, pedras soltas e o isolamento em um ambiente natural”, afirmou Burda.

“Eu já tinha escalado o Huayna Potosi em 1989, e para mim, repetir a escalada depois de tanto tempo, também foi uma forma de lembrar que estou completando 20 anos de minha vida dedicados ao alpinismo", lembrou Niclevicz. Sua paixão pelo esporte começou em 1988, quando ele chegou ao topo do Aconcágua. Se Niclevicz vencer o Makalu, será a sua sétima montanha com mais de oito mil metros a ser conquistada.

Deixe um comentário