Cartas Topográficas e Bússolas

CARTA TOPOGRÁFICA:

Voltando ao nosso tempo de escola, vamos ver se conseguimos refrescar nossa memória.

Carta topográfica nada mais é do que um mapa, mas com grande riqueza de detalhes, dependendo da sua escala. Se lembra da escala??Não da Escala FM ou escala musical, e sim a escala da carta. Escala é a relação de distância do mapa para o terreno normal.

Por exemplo, um mapa com a escala de 1:25.000 quer dizer que cada centímetro no mapa equivale a 25.000 centímetros no solo. Agora basta você converter essa medida em outras grandezas, como metros ou quilômetros.

Escala grande e Escala pequena: Não se confunda: Escala grande é a que tem um número baixo, por exemplo: 1:25.000, 1:50.000 pois quanto menor o número da escala, maior são os detalhes do mapa. Para trekking, use mapas de escala grande, 1:20.000, se possível.

Escala pequena, no caso, nos mostra menos detalhes da região. Se você tiver um mapa de 1:100.000 por exemplo, vai ser difícil perceber detalhes no solo. Afinal, 1:100.000 quer dizer que cada centímetro do mapa equivale a 100.000 de terreno. NUNCA SE ESQUEÇA:

NÚMERO GRANDE: ESCALA PEQUENA
NÚMERO PEQUENO:ESCALA GRANDE

Aspecto de uma carta topográfica:

Veja a foto acima…é uma ampliação de uma carta topográfica com todos os detalhes.Você pode observar as linhas horizontais e verticais cortando o mapa. São os paralelos e os meridianos.Vamos tirar a poeira do cérebro e lembrar:

Linhas horizontais=Paralelos

Linhas verticais=Meridianos

Através do cruzamento dessas linhas, nós temos as coordenadas, com o padrão:

PARALELOS-MERIDIANOS

Ou seja, ao ler ou escrever uma coordenada você deve obedecer o padrão:

00.00 N ou S

000.00 L ou W

Mas para você talvez não seja ainda tão importante saber essas coordenadas, a não ser que você vá utilizar um GPS. Mas aí você já não é um leigo, não é mesmo!!!!

Símbolos gráficos:

Observe que a carta topográfica não informa somente a trilha, e sim dá informações sobre relevo, hidrografia, escala etc.

RELEVO: Importante na carta é observar os relevos e as curvas de nível( números que informam altura do relevo ).

 Também pode se observar estradas, construções, trilhas, de acordo com a escala do mapa. Quanto maior a escala, mais detalhes você terá.

Observe a foto e veja como morros podem ser representados por curvas de nível. Nesse caso você pode notar que a parte de trás do morro é mais íngrime, pois as curvas ficam mais próximas umas das outras.

Vamos examinar agora outros tipos de relevo:

Deixe um comentário