Expedição levará Waldemar Niclevicz e Irivan Burda ao Makalu

A quinta maior montanha do mundo, o Makalu, com 8.463 metros de altitude, terá dois brasileiros nesta temporada. Waldemar Niclevicz e Irivan Gustavo Burda partirão em abril rumo a sua segunda tentativa de chegar ao cume do monte, localizado na fronteira do Nepal com a China, a 22 quilômetros do Everest.

Em 2007 os montanhistas escalaram o Makalu, mas chegaram até 7.800 metros de altitude. Os recursos limitados, a falta de patrocínio e a grande quantidade de neve impediram que os dois chegassem ao cume da montanha.

Para esta nova tentativa, Waldemar e Irivan terão patrocínio e isso será fundamental na investida ao cume, já que terão a possibilidade de evitar 104 quilômetros de caminhada até o acampamento base, ou Acampamento Hillary, e chegar até lá de helicóptero, diminuindo em dez dias a expedição.

O helicóptero os deixará no acampamento, que fica a 4.800 metros. O verdadeiro acampamento base está a 5.700 metros de altitude, e será por ele que os montanhistas farão toda a expedição rumo ao topo da montanha, pela Crista Noroeste e Face Norte do Makalu.

Viagem Começa na Bolívia – Um dos processos mais importantes de uma escalada em alta montanha é a aclimatação, e Niclevicz e Irivam começarão por esse procedimento em 30 de março, com uma viagem para La Paz, na Bolívia.

Ficarão dois dias na cidade e depois partem para um refúgio na montanha Cerro Huayna Potosi (6.088m), situado a 4.700 metros de altitude. No dia 8 de abril, a dupla voltará ao Brasil, e no dia 10 seguirão para Kathmandu, capital do Nepal, com escala em Paris. Eles esperam alcançar o cume entre os dias 15 e 25 de maio.

Deixe um comentário