Fechada Face Norte do Everest Nesta temporada

Apesar das reiteradas respostas negativas, ontem foi anuncia

Apesar das reiteradas respostas negativas, ontem foi anunciado oficialmente o fechamento do Everest para seu acesso pela face norte, assim como para acessar o Cho Oyu, até o dia 10 de maio, devido às olimpíadas.

O acesso ao Everest pela face norte, incluindo a zona do Cho Oyu está fechado oficialmente ate o dia 10 de maio, data que retornarão os vistos para esta zona, informou ontem o presidente da Associação de Montanhismo do Nepal, Ang Tshering Sherpa, pedindo para quem se proponha a seguir aquelas montanhas, se organizem para depois destas datas.

Foto: China fecha o acesso à face norte do Everest. Foto: Summitpost.org

Considerando que próximo ao dia 10 de maio ocorre às primeiras datas em que o tempo permite os ataques ao cume, pouca coisa poderá ocorrer por lá na temporada da primavera de 2008, pois como os vistos começarão à partir desta data, seria impossível a aproximação o transporte do equipamento e principalmente a aclimatação dos alpinistas. Algumas expedições já haviam pagado o ‘permiso’, os porteadores e toda a infra-estrutura.

Segundo foi apurado, o único brasileiro que seguirá este ano rumo à maior montanha do mundo, o montanhista Rodrigo Raineri não deverá ter problemas com a "nova" imposição do governo chinês, uma vez que agendou sua expedição pela face sul, sendo esta a primeira vez que tenta o Everest por outra face que não a norte.

Porém muitos montanhistas sentirão o duro golpe, uma vez que já possuem patrocínios e já estavam de malas prontas para o embarque. Alguns, inclusive, estavam a apenas dois ou três dias da partida.

O governo chinês também tentou convencer as autoridades nepalesas à também fechar o acesso pela face sul, o que foi veementemente rechaçado, pois além de preservar sua soberania, as expedições ao Everest representam uma grande fatia da economia do Nepal, o que traria sérios problemas financeiros aos nepaleses.

Como as expedições seguirão pela face sul, que é relativamente mais perigosa que pela norte, existe um risco do aumento no número de acidentes na montanha.

Supõe-se que a medida é para que a rota pela face norte do Everest seja exclusiva para a expedição chinesa que levará a tocha olímpica ao topo da montanha.

Deixe um comentário