Arquivo da tag: trilha

A Escalada Solo do Vulcão Osorno

Quando o rastro no solo coberto por pedras vulcânicas e poeira encontrou o glaciar, passei a seguir marcas de passos na neve. Não eram bem pegadas, pois deviam ser do grupo que subiu no dia anterior, ou mesmo da dupla que eu via quase no cume, e a essa altura o sol já derretia estes rastros na neve. Eram onze horas de uma manhã bem ensolarada, com céu azul. Eu me guiava por uma ondulação que seguia um padrão diferente das infinitas rugosidades naquele mar branco.

Me concentrava totalmente em não sair deste caminho, uma vez que eu estava sozinho e o perigo de cair dentro de uma greta, sem que um companheiro atado a mim por uma corda, pudesse deter minha queda.
As marcas pareciam seguir a rota mostrada nas fotos que estudei, mas em pouco tempo estava eu na borda de uma greta larga e comprida.

Continue lendo A Escalada Solo do Vulcão Osorno

Visitantes multados por usar trilha proibida no PARNASO

No feriadão de Corpus Christi a fiscalização do PARNASO (Parque Nacional da Serra dos Órgãos, multou um grupo de

visitantes que entrou irregularmente no parque por trilha proibida no Vale do Caxambu. Outro grupo foi multado por jogar lixo e desrespeitar as normas  na área de montanha.

Durante o feriado os ingressos para a Travessia Petrópolis-Teresópolis se  esgotaram, atingindo a capacidade de suporte de 100 pessoas entrando por dia  para a montanha em cada portaria. Alguns montanhistas tiveram que adiar o  passeio para o dia seguinte ou mudar de roteiro.
O grupo autuado entrou irregularmente por trilha proibida e foi multado. A  autuação de grupos que entram por trilhas irregulares é mais freqüente nos  feriados em que a capacidade de suporte da travessia é atingida, mas o  controle dos termos de conhecimento de riscos e responsabilidade permitem a  detecção dos visitantes irregulares.

Os visitantes, um grupo de seis pessoas de São Paulo, foram multados em  R$ 200,00, além do pagamento das taxas devidas, por causar danos à Unidade  de Conservação (Art. 40 da lei de crimes Ambientais). A utilização de  trilhas proibidas dificulta a gestão da visitação, compromete a segurança do  visitante e a preservação dos campos de altitude, já que o número máximo de visitantes é extrapolado.

A definição das trilhas permitidas e proibidas vem sendo travada no  processo de atualização do Plano de manejo do Parque com ampla participação  de montanhistas e interessados em geral. As trilhas proibidas são aquelas  que comprometem a gestão da visitação (acessos irregulares à UC) ou que  cruzam áreas especialmente frágeis, como as trilhas de monitoramento do  macaco muriqui.

Outro grupo foi autuado por despejar lixo nos campos de altitude, além de desrespeitar o horário de silêncio e as restrições ao consumo de bebidas  alcoólicas. O Parque recebeu muitas reclamações de campistas em função do  comportamento inadequado deste grupo no acampamento do Abrigo 4.

Roteiros de bicicleta conquistam seguidores

SÃO PAULO – Bicicleta, bike, magrela… Não importa como é chamada. O fato é que ela caiu nas graças dos brasileiros, que estão lançando cada vez mais roteiros para os interessados em pedalar Brasil afora para conhecer os encantos do país. Segundo a Associação Brasileira de Veículos Ciclomotores (Abraciclo), a frota nacional de bikes é 45 milhões. Somando-se os fabricantes independentes, esse número pode chegar a 70 milhões de magrelas em circulação.

Cicloviagem pelo Caminho da Fé, no interior de são paulo Na cidade de São Paulo, a novidade é que agora o turista pode levar a bicicleta nos trens e no metrô . Assim, ele pode conhecer parques, museus e cidades como Paranapiacaba, Jundiaí, Mogi das Cruzes e Mauá a partir de R$ 2,10.

Rotas mais longas também são procuradas como o “Circuito do Vale Europeu”, em Santa Catarina. Foi inaugurado em novembro de 2006. O roteiro, criado por Garcia e Rodrigo Telles (diretores do Clube do Cicloturismo) tem 300 quilômetros e passa por dez cidades.

Nas praias do nordeste: pedaladas sob o sol, contornando o horario da maré Há ainda os que partem em aventuras por iniciativa própria, como no caso do jornalista Cláudio Souza, que recentemente cruzou três estados do Nordeste, de Recife a Natal, completando 370 quilômetros de pedaladas. Ou ainda, o peruano Marco Antonio Añazgo, que viaja pela América Latina sobre duas rodas . Outro roteiro que pode ser feito de bicicleta no interior de São Paulo percorrendo as cidades do chamado caminho da fé.

Expedição Ao Pico Da Neblina Busca Candidatos


1 2 3

Montanhismo e Aventura.